Avançar para o conteúdo principal

Amores I



Sou apaixonada por tudo o que seja patchwork. Sabem, aqueles retalhos de vários tecidos a compor um só tecido final?

Já decidi que para a minha cama hei-de comprar uma grande e volumosa colcha em patchwork. Vou ter também uma mantinha de sofá neste tipo de trabalho, para me cobrir os pés enquanto bebo uma caneca de café.

Comentários

  1. A minha avó fez-me uma e eu guardei-a porque acho feia xD

    Coitadinha e a desgraçada passou horas naquilo...

    ResponderEliminar
  2. Em alguns estado dos EUA é costume as mulheres da família tricotarem uma colcha em patchwork com que a noiva cobre a cama no dia do casamento. Esse patchwork simboliza o amor que as mulheres nutrem por ela. :)

    ResponderEliminar
  3. Eu ainda comecei a fazer algo do género...

    Acho que me fiquei pelos 5 quadrados =P

    Mas ainda lá estão guardados - quem sabe um dia não me volte a dedicar àquelas artes.

    Kiss

    ResponderEliminar
  4. Eu gosto tanto! E a colcha da caminha em Lisboa é em patchwork, gosto muito muito muito :D

    ResponderEliminar
  5. Aqui há uns tempos eu decidi que ia fazer uma espécie de manta com retalhos em croché para me aquecer no inverno-. Até agora nem o primeiro quadrado ficou pronto... Um dia quem sabe eu tento novamente =)
    Porque de facto eu acho que fica lindíssimo!

    ResponderEliminar
  6. Houve uma altura (há bastante tempo) em que não achava piadinha nenhuma... agora não quero outra coisa :p

    ResponderEliminar
  7. Pois enfeita demais qualquer ambiente. Já eu gosto de fazer ponto cruz. Faço quadros e passo meu tempo feliz.
    Beijokas.

    ResponderEliminar
  8. Um dia, quando fazia uns biscates em casa (malas, cintos, coletes de camurça, etc.) tentei fazer disto, porque estava na moda e vendia bem, mas nunca saiu nada de jeito loool.
    Dediquei-me à renda de bilros eheheh

    ResponderEliminar
  9. Acho lindo tb.
    Romantica.

    Já viu o filme, Colcha de retalhos,com a Winona Ryder?

    VC vai amar

    ResponderEliminar
  10. adoro. acho tão bonito. e são sempre tão coloridos e fofinhos que dão logo outra cor a qualquer compartimento. também hei-de ter algo assim na minha casa.

    ResponderEliminar
  11. São lindas, faz lembrar as da minha avósinha, ela mesma as fazia com retalhos de tecidos...Tenho uma de malha que a minha sogra fez há pouco tempo, é super kentinha...
    Beijocas
    Ana

    ResponderEliminar
  12. Não gosto! Dá aspecto de sem abrigo! Só gosto de coisas caríssimas, não interessa a qualidade, tem é de ser caras . . . como bom português, quanto mais caro melhor ! Ahahahah

    ResponderEliminar
  13. Oh... que quentinho para a próxima estação...

    ResponderEliminar
  14. Também adoro, um dia compro uma caixa de costura, alguns tecidos e vou fazer uma! beijoca

    ResponderEliminar
  15. Também adoro e gostava imenso de ter uma.
    Beijinhos
    Inês Pereira
    http://inespereiracriacoes.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  16. Também quero uma! Vou ver se a minha avó sabe fazer disso, ela que é toda dessas coisas :p

    ResponderEliminar
  17. Hum...agora que já está mais fresco vai saber muito bem :)
    Eu tb tenho uma dessas para as noites frias.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã.

Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte?

Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria.

Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

O que é nacional é bom

Anda Portugal a usar cestas desde sempre e esta vossa S* a usá-las há sete ou oito anos... e vem agora a Carolina Herrera descobrir a pólvora (imagens acima).
Por favor, acho isto verdadeiramente errado. A desfaçatez que é pegar em algo tradicional de um país e de o apresentar como uma "criação"... Ainda por cima chamar-lhe "Aveiro"... E em nenhum sítio dizer que tem inspiração portuguesa.
E a pechincha que está? Quase 500 euros por uma cesta. Não tinha nada contra o preço... se efectivamente fosse um produto de original.
É só googlar "cesta portuguesa" e encontram-se imensos exemplares realmente nossos... E sem custarem quase um salário mínimo.
Querem cestas de classe? Então comprem das nossas. Das verdadeiras. Cópias descaradas? Não, obrigada.
Sugiro a Victoria Handmade. Não são caras, são dispendiosas e têm o preço do que é realmente bom. São feitas à mão, são portuguesas e assentam na nossa tradição. 

Voltar ao início

Depois de quase 9 anos e meio de relação, não vamos fingir que são tudo rosas. Ultimamente, temos até de admitir que têm sido mais os dias maus do que os dias bons. As chatices do dia-a-dia, os remorsos, os ressentimentos, os problemas a que somos alheios mas que nos afectam... Não é fácil de gerir e mentiria se não admitisse que já pensamos "será que vale a pena?".
Da minha parte, apesar dos momentos menos bons, continuo com a nítida percepção de que é um bom homem, com bons princípios, e que dificilmente encontraria companheiro que encaixasse tão bem em mim (que eu sou osso duro de roer, no que toca ao convívio caseiro).
Vale sempre a pena, porque não perdemos esta capacidade de nos reencontrar e voltar ao início. Enquanto soubermos olhar um para o outro e reconhecer o valor um do outro, vale mesmo muito a pena.