Avançar para o conteúdo principal

É do calor III

Incrível como o Verão faz logo com que uma pessoa esteja mais predisposta a... Incrível como eu consegui achar todos os homens jovens que viajavam comigo no comboio Porto-Viana interessantes. Os três ou quatro que lá estavam eram do meu agrado. Eu sou esquisita, pelo que este facto é ainda mais esquisito.

Mas também me sinto mais gira, por isso não há problema.

Comentários

  1. Engraçado...és de Viana? Fiz lá o liceu...com sorte até nos conhecemos LOL
    Estou a preparar o regresso mas com outro blog (depois informo-te)

    ResponderEliminar
  2. o sol faz a beleza vir ao de cima!

    ResponderEliminar
  3. Hmm...tou a ver que viana porto sim senhora...lol. *

    ResponderEliminar
  4. O Verão faz milagres. Já conheci dois rapazes giros e interessantes em viagens de comboio. Um num Lisboa-Porto e outro num Nine-Vila Praia de Âncora. Adoro comboios.

    ResponderEliminar
  5. S* tu és gira, e o verão tem esse efeito no ser humano... Dizem que é do calor!

    Kiss**

    ResponderEliminar
  6. Não podia estar mais de acordo! Para além de nos deixar com um sorriso enorme retira as imperfeiçoes todas, tanto da cara como do corpo :D claro que passamos a sentir-nos muito melhor connosco proprias. E é essa a imagem que passamos.

    ResponderEliminar
  7. O mesmo se passa por aqui em Budapeste... capital europeia do.. :)

    No words to describe

    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Ah eras tu. Não me deixavas ler o jornal em paz rapariga. ;)

    ResponderEliminar
  9. Eu com o calor fico sem predisposição para absolutamente nada. Um autêntica massa humana inerte e quase disforme. :|

    ResponderEliminar
  10. Eu com o calor também não me sinto bem

    ResponderEliminar
  11. Ah S* a vida se renova a cada estação, é a magia do verão da primavera, são os feromônios, enfim... é a VIDA.
    Agora imagine nos trópicos que é verão o ano inteiro, por isso somos assim, calientes.
    Bjus

    ResponderEliminar
  12. É do calor, sim. O verão tem dessas coisas.

    ResponderEliminar
  13. sentires-te mais gira, é importante!

    ResponderEliminar
  14. Também já tinha reparado que no Verão fico menos esquisita em relação a este tema. O problema é quando vem o Outono/Inverno e eles já não têm o mesmo encanto. É uma chatice =P

    ResponderEliminar
  15. Nã! O Verão faz é os gajos sair da toca! :P

    ResponderEliminar
  16. O calor não me afecta assim tanto :) Talvez por o amar tanto, andamos sempre, muito pacificamente, de braço dado ;)

    ResponderEliminar
  17. Sempre que nos sentimos melhor conosco achamos tudo à volta bem mais giro!

    ResponderEliminar
  18. Acho que tenho que começar a viajar mais de comboio :)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  19. É o verão é... deve ser deve... :P
    Os gajos é que no verão... oh pá... pronto... têm aquele charme... calçãozinho e chinelitos... tronco nu, e tal... ar descontraído a ouvir ipod... hummm...

    ResponderEliminar
  20. LOL gostei particularmente da última observação :p é mesmo do Verão sentirmo-nos sempre mais giras!

    Quanto aos elementos do sexo oposto... também me tem acontecido o mesmo, em especial quando estive na praia. Mas porque será? :p

    ResponderEliminar
  21. O calor faz cooooooisas...
    Aqui ta um frio, de deprimir

    saudade desse... calor

    ResponderEliminar
  22. Aqui, no Brasil, o verão foi tão insuportável que eu fiquei frígida. Agora tá um friozinho gostoso, bem propício pra fazer coisinhas. hehehehe

    ResponderEliminar
  23. O Verão tem destas coisas =)
    E nao é tão bom?

    ResponderEliminar
  24. http://img135.imageshack.us/img135/7154/17f3461.jpg

    achaste gira? esta foto pequenina onde o panda foi dar uma volta diz-me outra coisa... hum...

    ResponderEliminar
  25. Érré, caso não tenhas percebido, estou-me a cagar para o facto de conseguires tirar o panda e ver as minhas reais fuças.

    Não achas gira? Temos pena amigo. Há quem ache!

    ResponderEliminar
  26. lool oh pah não te chateis...
    só pus aqui porque tu podes aceitar ou não... não ia pôr assim sem mais nem menos...

    mas de qualquer maneira, é uma coisa tão simples de se ver...

    oh pah era brincar, não te acho nada feia... nem gira...

    ResponderEliminar
  27. Vai ser desagradável ao caraças. ;)

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã.

Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte?

Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria.

Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

O que é nacional é bom

Anda Portugal a usar cestas desde sempre e esta vossa S* a usá-las há sete ou oito anos... e vem agora a Carolina Herrera descobrir a pólvora (imagens acima).
Por favor, acho isto verdadeiramente errado. A desfaçatez que é pegar em algo tradicional de um país e de o apresentar como uma "criação"... Ainda por cima chamar-lhe "Aveiro"... E em nenhum sítio dizer que tem inspiração portuguesa.
E a pechincha que está? Quase 500 euros por uma cesta. Não tinha nada contra o preço... se efectivamente fosse um produto de original.
É só googlar "cesta portuguesa" e encontram-se imensos exemplares realmente nossos... E sem custarem quase um salário mínimo.
Querem cestas de classe? Então comprem das nossas. Das verdadeiras. Cópias descaradas? Não, obrigada.
Sugiro a Victoria Handmade. Não são caras, são dispendiosas e têm o preço do que é realmente bom. São feitas à mão, são portuguesas e assentam na nossa tradição. 

Voltar ao início

Depois de quase 9 anos e meio de relação, não vamos fingir que são tudo rosas. Ultimamente, temos até de admitir que têm sido mais os dias maus do que os dias bons. As chatices do dia-a-dia, os remorsos, os ressentimentos, os problemas a que somos alheios mas que nos afectam... Não é fácil de gerir e mentiria se não admitisse que já pensamos "será que vale a pena?".
Da minha parte, apesar dos momentos menos bons, continuo com a nítida percepção de que é um bom homem, com bons princípios, e que dificilmente encontraria companheiro que encaixasse tão bem em mim (que eu sou osso duro de roer, no que toca ao convívio caseiro).
Vale sempre a pena, porque não perdemos esta capacidade de nos reencontrar e voltar ao início. Enquanto soubermos olhar um para o outro e reconhecer o valor um do outro, vale mesmo muito a pena.