Avançar para o conteúdo principal

Regras para proximidades sem compromisso

Andava eu a navegar por páginas ditas de Mulheres e encontrei uma coisa para lá de interessante (cof cof cof) sobre as setes regras do sexo casual. Muito engraçado, de facto.
Para ver aqui.

Regra 1: As emoções estão proibidas

Com esta lixei-me logo mas não desisti e continuei a ler.

Regra 2: Sem compromissos

Já tinha entendido a mensagem. Mas é difícil...

Regra 3: Por vezes, superficial é bom

"Se o sexo é fantástico, porquê arruinar um relacionamento ao tentar transformá-lo numa amizade ou num relacionamento sério."

Ok. Não batam mais no ceguinho.

Regra 4: Seja uma treinadora sensata

"A quarta regra do sexo casual: se reparar que a sua vida consiste numa série de relacionamentos que vêm e vão, que começam e acabam – não sendo, portanto, relacionamentos sérios – pode considerar o seu amante como um jogador suplente. " What?

Regra 5: Discrição acima de tudo

Resumindo, come e cala!

Regra 6: Consciência pesada deve ser escassa

Regra 7: Tem uma secção de lingerie e roupa interior suficientemente grande?

"A sétima regra do sexo casual ajuda-a a vestir-se bem: claro que seria estranho se os homens usassem sempre os mesmos boxers em todos os encontros sexuais casuais, ou se a mulher usasse sempre o mesmo sutiã. Como o objectivo de um relacionamento sexual secreto é a carga sexual, a luxúria e a paixão, deve também comprar frequentemente roupa interior sexy."

Ora toma lá... Tens de estar sempre a fazer brilharete.

Eu que pensava que procurar um pouco de calor humano era coisa simples...

Comentários

  1. Cum carago ...
    É simples S* corta nas regras, solta a franga e vem com a gentxi! ou não, ou não ...

    A parte das emoções é que já é mais tramada...

    ResponderEliminar
  2. julgava que elas só tinham de abrir as pernas o.O

    ResponderEliminar
  3. procurar um pouco de calor humano deve ser simples concerteza, agora, procurares um BOM exemplo (define-se como alguem exemplar)de calor humano, é que é mais dificil :P

    por vezes o que se custa mais a ganhar, acaba por ser melhor :)

    ResponderEliminar
  4. Devo dizer que a regra nº1 e nº2 para mim não fazem muito sentido. Depois claro que há outras regras que diria que ajudam a que o calor humano seja mais "saboroso"
    =)

    ResponderEliminar
  5. Acabei por rir mas foi com os teus comentários os proprio texto :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Estás enganada! Isso não é calor, é incêndio! ;))

    ResponderEliminar
  7. Lol também li esse artigo hoje!
    Acho que grande parte destas "regras" são dispensáveis. O essencial é estarmos "na boa" com a situação.
    kiss

    ResponderEliminar
  8. Compreender as regras do jogo é extremamente fácil. Difícil é conseguir aplicá-las, quando a coisa é tãaaaaaaaaao boa que vai durando para além do limite temporal que considero o máximo permitido para definir uma relação como casual.

    Falo por mim, claro está.

    ResponderEliminar
  9. credo ainda bem k nao preciso dessas regras.
    como ja te disseram mulher deixa as regras e solta a franga!

    ResponderEliminar
  10. A questão é:

    Andas a procura de calor humano??
    Onde andas a procurar? LOLOL


    Beijinho ;)

    ResponderEliminar
  11. Para pessoas emocionais, estas coisas não dão, é como disseste, a 1ª regra lixa-nos logo!

    ResponderEliminar
  12. A parte das emoções é que às vezes não corre bem mas está fantástico!

    ResponderEliminar
  13. Vê-se mesmo que Eras inocente. Porque agora és uma expert. :P

    ResponderEliminar
  14. Essas cenas sem amor não têm piada nenhuma..

    ResponderEliminar
  15. Eu sou demasiado emocional para isso - param mim sexo é amor ;)

    ResponderEliminar
  16. Muito bom na teoria, na prática nem tanto. E é se queremos.

    ResponderEliminar
  17. Uma boa lição de como não misturar as coisas.
    De dramas tu sabes muito mais do que eu. eheheh
    Agora vamos ver qual de nós toma as decisões mais acertadas... tu sabes, né?

    Beijinho

    ResponderEliminar
  18. Escreveres um post destes depois de falares do Papa é pecado.

    ResponderEliminar
  19. nada simples. deves respeitar as regras :p aliás, se fores fã de sexo casual com parceiros diferentes, convém que não uses o mesmo soutien com gajos diferentes. eles podem decobrir e não gostar ;)

    ResponderEliminar
  20. como alguém que já passou por "relações só de sexo", devo dizer que essas regras são realmente importantes! A mais dificil de seguir é a de manter os sentimentos de lado. isso, para nós mulheres, é tão dificil...eheh

    ResponderEliminar
  21. como alguém que já passou por "relações só de sexo", devo dizer que essas regras são realmente importantes! A mais dificil de seguir é a de manter os sentimentos de lado. isso, para nós mulheres, é tão dificil...eheh

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã.

Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte?

Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria.

Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

O que é nacional é bom

Anda Portugal a usar cestas desde sempre e esta vossa S* a usá-las há sete ou oito anos... e vem agora a Carolina Herrera descobrir a pólvora (imagens acima).
Por favor, acho isto verdadeiramente errado. A desfaçatez que é pegar em algo tradicional de um país e de o apresentar como uma "criação"... Ainda por cima chamar-lhe "Aveiro"... E em nenhum sítio dizer que tem inspiração portuguesa.
E a pechincha que está? Quase 500 euros por uma cesta. Não tinha nada contra o preço... se efectivamente fosse um produto de original.
É só googlar "cesta portuguesa" e encontram-se imensos exemplares realmente nossos... E sem custarem quase um salário mínimo.
Querem cestas de classe? Então comprem das nossas. Das verdadeiras. Cópias descaradas? Não, obrigada.
Sugiro a Victoria Handmade. Não são caras, são dispendiosas e têm o preço do que é realmente bom. São feitas à mão, são portuguesas e assentam na nossa tradição. 

Voltar ao início

Depois de quase 9 anos e meio de relação, não vamos fingir que são tudo rosas. Ultimamente, temos até de admitir que têm sido mais os dias maus do que os dias bons. As chatices do dia-a-dia, os remorsos, os ressentimentos, os problemas a que somos alheios mas que nos afectam... Não é fácil de gerir e mentiria se não admitisse que já pensamos "será que vale a pena?".
Da minha parte, apesar dos momentos menos bons, continuo com a nítida percepção de que é um bom homem, com bons princípios, e que dificilmente encontraria companheiro que encaixasse tão bem em mim (que eu sou osso duro de roer, no que toca ao convívio caseiro).
Vale sempre a pena, porque não perdemos esta capacidade de nos reencontrar e voltar ao início. Enquanto soubermos olhar um para o outro e reconhecer o valor um do outro, vale mesmo muito a pena.