Avançar para o conteúdo principal
Sou altamente confiável.

E tenho um orgulho do caraças nisso.

O que mais gostam em vocês? Vamos lá a ser positivos e a valorizar o que é bom de valorizar.


Bem, também sou um bocado mosca morta e não sei dizer que "não", mas isso agora não interessa para nada.

Comentários

  1. Orgulho-me de ser boa amiga. Se precisarem de mim estou lá. (Isto é... se a pessoa merecer que assim seja). :P



    Bjx

    ResponderEliminar
  2. Ah, e também me orgulho de ser uma gaja de mente aberta. :)

    Bjx

    ResponderEliminar
  3. Orgulho-me de saber brincar com as situações (se bem que isso nem sempre é bom).

    ResponderEliminar
  4. Também eu! Quer dizer.. se for uma bomba tenho de contar! LOOL :D

    ResponderEliminar
  5. eu gosto de fazer as pessoas rir com extrema facilidade lol

    ResponderEliminar
  6. Penso que a minha maior qualidade e a quem mais me tem valido na vida é a de ser uma pessoa forte, que não se deixa ir a baixo, por mais difícil que seja a situação, e consegue sempre dar a volta por cima com muito optimismo.

    ResponderEliminar
  7. Acho que sou boa amiga, sei ouvir... Sim acho que é isso :)

    ResponderEliminar
  8. Sem qualquer dúvida, sou amiga. Para o que der e vier. Não por palavras mas por actos.

    Mas, sinceramente, o que gosto mais em mim é a capacidade de lutar perante as adversidades.

    Beijos

    ResponderEliminar
  9. Como dizem os meus amigos 'tens mau feitio, mas és feliz assim' e por isso mesmo orgulho me de ter mau feitiooo :D :D

    Desculpa a invasão :D

    ResponderEliminar
  10. . . . mas claro que o meu mau feitio é bom'zinho :D

    ResponderEliminar
  11. Sempre tive um orgulho danado em ser ruim... assim mázinha saudavelmente, odeio gente boazinha xD

    ResponderEliminar
  12. Huuummm! Acho que sou muito boa ouvinte e tenho bom humor. Já não é mau de todo, pois não?

    ResponderEliminar
  13. S* , selinho para ti no meu blog +.+

    ResponderEliminar
  14. Sou altamente leal e nunca traio um amigo. Sou também extremamente sincera, digo tudo na cara das pessoas: quer coisas muito boas, quer as piores.

    ResponderEliminar
  15. Bem, sou bom ouvinte... Também sou parvo mas esta não conta que estamos só a falar de coisas positivas... Embora eu goste de ser parvo... Porra, que confusão de comentário...LOL

    Beijinhos,
    http://medeixagozar.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  16. Eu subscrevo o que disse a Miss Murder. Infelizmente xD

    ResponderEliminar
  17. Claro que também me sinto confiável e tenho muito orgulho nisso.
    Ou não fossemos nós "almas gémeas". Lolol

    Não me importo de ficar prejudicado, desde que me sinta bem com a minha consciência.
    Bjos.

    ResponderEliminar
  18. Voltei lol
    Gosto de chegar ao fim do dia e sentir que consegui estar muito perto daquilo que é o meu ideal de cidadão. E se não sou melhor, é porque este mundo merdoso não ajuda nada.

    ResponderEliminar
  19. Gosto de conseguir ser absolutamente brilhante e completamente modesto ao mesmo tempo.

    ResponderEliminar
  20. É também a confiança a minha mais valia. A minha opinião sobre algo ou alguém não advém das teorias do "rebanho", ou seja eu tiro as minhas próprias ilações. Depois a memória de elefante também é algo que me orgulha e que já me socorreu em muitas situações. Isto juntando as palavrinhas da miss murder, e é tudo, de resto são só defeitos :)

    ResponderEliminar
  21. Da minha capacidade de rir de coisas parvas...

    BEIJOOOOOOOOOOOOO

    ResponderEliminar
  22. Algumas pessoas fazem-me duvidar se ser confiável é, actualmente, uma qualidade, S*, mas enfim, é a p*** da vida :) Ah, põe lá, sff, a foto com as sandalocas e guarda os botins! Chegou o VERÃO!
    Ah, uma qualidade-secreta: sou muuuito resistente, lol

    ResponderEliminar
  23. Orgulho-me de ter alta auto-estima. Alguns acham-me convencida e arrogante. Não quero saber. Só gosto de mim e pronto. bastante.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã.

Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte?

Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria.

Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

O que é nacional é bom

Anda Portugal a usar cestas desde sempre e esta vossa S* a usá-las há sete ou oito anos... e vem agora a Carolina Herrera descobrir a pólvora (imagens acima).
Por favor, acho isto verdadeiramente errado. A desfaçatez que é pegar em algo tradicional de um país e de o apresentar como uma "criação"... Ainda por cima chamar-lhe "Aveiro"... E em nenhum sítio dizer que tem inspiração portuguesa.
E a pechincha que está? Quase 500 euros por uma cesta. Não tinha nada contra o preço... se efectivamente fosse um produto de original.
É só googlar "cesta portuguesa" e encontram-se imensos exemplares realmente nossos... E sem custarem quase um salário mínimo.
Querem cestas de classe? Então comprem das nossas. Das verdadeiras. Cópias descaradas? Não, obrigada.
Sugiro a Victoria Handmade. Não são caras, são dispendiosas e têm o preço do que é realmente bom. São feitas à mão, são portuguesas e assentam na nossa tradição. 

Voltar ao início

Depois de quase 9 anos e meio de relação, não vamos fingir que são tudo rosas. Ultimamente, temos até de admitir que têm sido mais os dias maus do que os dias bons. As chatices do dia-a-dia, os remorsos, os ressentimentos, os problemas a que somos alheios mas que nos afectam... Não é fácil de gerir e mentiria se não admitisse que já pensamos "será que vale a pena?".
Da minha parte, apesar dos momentos menos bons, continuo com a nítida percepção de que é um bom homem, com bons princípios, e que dificilmente encontraria companheiro que encaixasse tão bem em mim (que eu sou osso duro de roer, no que toca ao convívio caseiro).
Vale sempre a pena, porque não perdemos esta capacidade de nos reencontrar e voltar ao início. Enquanto soubermos olhar um para o outro e reconhecer o valor um do outro, vale mesmo muito a pena.