Avançar para o conteúdo principal

Os Cromos


Certinho, direitinho.

Temos sempre um cromo de serviço no nosso grupo de amigos. Geralmente é alguém que só diz parvoíces. E que se acha engraçadinho. Adora falar, chamar a atenção... até ao ponto de já não o podermos ouvir. O incrível é que os cromos geralmente não percebem que são cromos. E os outros lá os aturam porque, no fundo, os cromos não são más pessoas. São somente parvinhos.

Sei exactamente qual é o meu. É aquele cromo raro, o mais difícil de encontrar. Mas está na minha caderneta.

Original daqui.

Comentários

  1. LOLOLOL

    Eu sou um cromo no meu grupo de amigos!! LOL

    Sou o que tá sempre a mandar piadas e nao me calo mas acho que até tenho noçao do ridiculo lolol

    Mas pronto sou aquele que anima o pessoal LOL

    ResponderEliminar
  2. Às vezes gosto de ser croma, mas outras não. Não gostamos sempre do cromo, mas se ele falta estamos sempre a ligar-lhe para vir:)))

    ResponderEliminar
  3. O mais engraçado é que há dias em que podemos estar fartos dessa pessoa, mas acabamos sempre por lhe sentir a falta!

    ResponderEliminar
  4. Sinto-me como os dois gatos na imagem. Tanto sou o cromo, como o gajo que atura o cromo. xD

    ResponderEliminar
  5. Sinto-me um cromo.
    Cola-me na tua caderneta.
    Please...
    Só que eu sou um cromo assim tipo os selos antigos, que traziam a cola mas tinham que ser lambidos.
    Ah ah ah ah ah

    Bye-bye, darling.

    ResponderEliminar
  6. Agora fiquei a pensar na minha vida.
    É que eu faço parte desse grupo de pessoas, que só diz parvoíces. Tenho noção do ridículo e sei quando parar, é certo.
    Rir é bom e eu não prescindo de uma boa gargalhada.

    Beijo

    ResponderEliminar
  7. Há cromos sem os quais não consigo viver:P

    ResponderEliminar
  8. É bem verdade! Mas não acredites no Fresco e Fofo! Ele não percebe nada de cromos antigos! Eu colei muiiitos e ficava com a mãos peganhentas da cola de frasco e pincel! Não lambiamos os cromos...

    ResponderEliminar
  9. Cromos só conheço os que coleccionei quando era garota e os que ajudei os meus filhos a coleccionar.
    Abracinho

    ResponderEliminar
  10. Malena

    Mas eu sou um cromo diferente, ok?
    Já venho com cola e quem me quiser na colecção, vai ter que me lamber (entre outras coisas lolol).

    ResponderEliminar
  11. os cromos têm a sua graça, bem melhores que aquelas pessoas que falam mal de tudo e todos

    ResponderEliminar
  12. Epah às vezes até enervam de serem tão cromos e continuarem a achar que tem piada...

    Mas lá se aturam lol

    ResponderEliminar
  13. as vezes é giro ser o cromo, muitas vezes ha outros que o são dependendo da disposição!
    mas como ja foi dito em cima prefiro os cromos de longe do que os bicharocos que chegam sempre cheios/as de 9 hs a falar mal de tudo que mexe. esses é que não se suportam em altura nenhuma!

    ResponderEliminar
  14. Temos todos um pouqinho de cromo...mas sim,sem dúvida que há aqueles que exageram.Ainda ontem aturei um,não tenho paciência pah!

    ResponderEliminar
  15. geralmente ninguém percebe os erros da sua natureza nomeadamente aqueles que descriminam os outros pela sua maneira de ser mas se escandalizam com pequenos acontecimentos que derivam também da falta de compreensão dos outros
    alteram o céu mas não a mente

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã.

Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte?

Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria.

Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

O que é nacional é bom

Anda Portugal a usar cestas desde sempre e esta vossa S* a usá-las há sete ou oito anos... e vem agora a Carolina Herrera descobrir a pólvora (imagens acima).
Por favor, acho isto verdadeiramente errado. A desfaçatez que é pegar em algo tradicional de um país e de o apresentar como uma "criação"... Ainda por cima chamar-lhe "Aveiro"... E em nenhum sítio dizer que tem inspiração portuguesa.
E a pechincha que está? Quase 500 euros por uma cesta. Não tinha nada contra o preço... se efectivamente fosse um produto de original.
É só googlar "cesta portuguesa" e encontram-se imensos exemplares realmente nossos... E sem custarem quase um salário mínimo.
Querem cestas de classe? Então comprem das nossas. Das verdadeiras. Cópias descaradas? Não, obrigada.
Sugiro a Victoria Handmade. Não são caras, são dispendiosas e têm o preço do que é realmente bom. São feitas à mão, são portuguesas e assentam na nossa tradição. 

Voltar ao início

Depois de quase 9 anos e meio de relação, não vamos fingir que são tudo rosas. Ultimamente, temos até de admitir que têm sido mais os dias maus do que os dias bons. As chatices do dia-a-dia, os remorsos, os ressentimentos, os problemas a que somos alheios mas que nos afectam... Não é fácil de gerir e mentiria se não admitisse que já pensamos "será que vale a pena?".
Da minha parte, apesar dos momentos menos bons, continuo com a nítida percepção de que é um bom homem, com bons princípios, e que dificilmente encontraria companheiro que encaixasse tão bem em mim (que eu sou osso duro de roer, no que toca ao convívio caseiro).
Vale sempre a pena, porque não perdemos esta capacidade de nos reencontrar e voltar ao início. Enquanto soubermos olhar um para o outro e reconhecer o valor um do outro, vale mesmo muito a pena.