Avançar para o conteúdo principal
Diário de Notícias

Jornal de Notícias


Ainda há dois ou três dias dizia eu, a uma colega, que temos sorte porque em Portugal não acontecem "destas coisas". Estou toda arrepiada.

Comentários

  1. É horrível ver as imagens, estar lá é indescritível. :S

    ResponderEliminar
  2. Pois é! Esquecemo-nos muitas vezes que o que acontece aos outros também nos pode acontecer a nós.
    Não podemos é ser pessimistas e procurar porque é que isto acontece.
    Nem sempre é a Natureza a culpada...Constrói-se onde não se deve, sem a opinião de quem sabe o que realmente se deve fazer, sem se conhecer o tipo de solo, ....
    E os afectados são quase sempre os mais pobres...

    Abracinho

    ResponderEliminar
  3. Infelizmente tb acontecem e quando menos esperamos :S

    Bjo*

    ResponderEliminar
  4. Mais cedo ou mais tarde teria que acontecer em Portugal! Mesmo horrível =/

    ResponderEliminar
  5. É a tal mania portuguesa do: Isso só acontece aos outros!

    ResponderEliminar
  6. Ainda me custa acreditar que tal coisa aconteceu em Portugal. Deve ser desesperante ver os nossos bens, a ser levados, destruidos com esta violencia. Para não falar na perda de pessoas.

    ResponderEliminar
  7. Inacreditável :o

    Não estamos mesmo livres de nada...

    ResponderEliminar
  8. Estamos naturalmente sujeitos a tremores de terra… felizes por quase nunca os sentirmos e por não ter voltado a haver um de dimensão superior.

    Mas, sim não é usual pensarmos que temporais nos possam abalar desta forma.

    As entidades competentes vão ter que tirar as suas elações sob medida preventivas que possam ser reforçadas, do mesmo modo uma assistência mais eficaz.

    ResponderEliminar
  9. Estou priocupado,falo com algumas pessoas da madeira mais propriamente funchal e não tenho noticias deles espero que esteja tudo bem...

    ResponderEliminar
  10. Nem me digas nada, só de pensar que ainda vim de lá há tão poucos dias...

    ResponderEliminar
  11. Eu fiquei estática a olhar para as imagens da televisão. Alguns dos locais que eu achei paradisíacos quando lé estive, estavam irreconhecíveis.

    Mas, acima de tudo, é a perda de vidas humanas que se lamenta. espero que algumas bloggers que acompanham o meu estejam bem porque até ao momento não consegui saber nada.

    :(

    ResponderEliminar
  12. Destruimos o Planeta e nem nos apercebemos que nos estamos a destruir com ele! :(

    ResponderEliminar
  13. De facto, é mesmo assim!! Impressionante!! Ninguém pode dizer "desta água não beberei"!! :S

    ResponderEliminar
  14. Que horrível! Espero que isso não aconteça aqui no Brasil.

    Beijo, beijo!

    ResponderEliminar
  15. eu adorei ir à Madeira, e agora cm isto fiquei e choqe ;x

    ResponderEliminar
  16. Isto é prova que as desgraças não acontecem só nos outros países e quando menos esperamos levamos uma chapada como esta. Já vivi no Funchal e ver estas imagens é muito difícil.

    ResponderEliminar
  17. Uma tragédia!

    A Madeira terá de ser apoiada.

    Saudações

    ResponderEliminar
  18. É horrivel ver a ilha onde vivo ficar assim num estado lastimavel. Chego ao ponto de nao reconhecer os locais que aparecem nas imagens. Espero que volte tudo ao normal quanto antes pois isto é demasiado para nós.

    ResponderEliminar
  19. É horrivel ver a ilha onde vivo ficar assim num estado lastimavel. Chego ao ponto de nao reconhecer os locais que aparecem nas imagens. Espero que volte tudo ao normal quanto antes pois isto é demasiado para nós.

    ResponderEliminar
  20. quando estudei em coimbra, muitos dos grandes amigos que lá fiz e que ainda conservo são da madeira.
    Aprendi com eles alguns pratos provei o delicioso bolo de mel, a poncha e o licor de maracujá.
    Sem conhecer tenho um enorme carinho por essa ilha.
    A nossa pérola do atlàntico.
    Ja falei com quase toda a gente que la tenho e sei que estão bem.
    Espero que chegue rápido a ajuda e que tudo possa ir voltando a normalidade.
    Estou muito muito triste com esta situação.

    ResponderEliminar
  21. O meu sentimento ao ver esta tragédia foi precisamente o mesmo, que nunca acontecem cá destas cenas, que isto é um jardim e tal, e depois acontece uma coisa destas em pleno jardim, nessa pérola do atlântico. Custa ainda a acreditar.

    ResponderEliminar
  22. É horrível, é a prova provada que não acontece só aos outros. Esperemos que melhor nos próximos dias.

    ResponderEliminar
  23. espero q ajudem tanto a Madeira como ajudaram o Haiti!

    ResponderEliminar
  24. :( eu arrepio-me de cada vez que começo a ver o telejornal...!

    ResponderEliminar
  25. Pois é... ainda bem que Portugal tem um clima moderado.

    Beijo

    ResponderEliminar
  26. É terrivel a nossa impotência perante a força da Natureza. Acho que coisas assim podem acontecer em todo o lado :/

    ResponderEliminar
  27. quando vejo coisas destas na televisão costumo dizer o mesmo, que "isto ainda é um jardim, comparado com o que se passa lá fora". Mas confesso que nos últimos três, quatro anos comecei a excluir os Açores e a Madeira do "isto". Nem quero imaginar o que seria se fosse apanhado numa situação daquelas, não apenas no risco de vida como ficar sem casa, sem quaisquer bens, uma vida toda jogada fora em poucos minutos. Deve ser - é certamente - horrível.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Para dormir - solução, procura-se!

É uma pessoa desesperada que vos escreve, esta manhã.

Conhecem soluções naturais para dormir bem de noite? Algo que me faça ferrar o galho e só acordar no dia seguinte?

Estou farta de noites mal dormidas. Estou farta de ficar até às 5 ou 6 da manhã sem conseguir dormir. Chego ao desespero, com vontade de chorar. De dia, sinto-me cansada, porque o descanso é uma porcaria.

Não sou grande adepta de medicamentos mas, se tem de ser, é. Alguém conhece um remédio, uma erva, o que seja?

O que é nacional é bom

Anda Portugal a usar cestas desde sempre e esta vossa S* a usá-las há sete ou oito anos... e vem agora a Carolina Herrera descobrir a pólvora (imagens acima).
Por favor, acho isto verdadeiramente errado. A desfaçatez que é pegar em algo tradicional de um país e de o apresentar como uma "criação"... Ainda por cima chamar-lhe "Aveiro"... E em nenhum sítio dizer que tem inspiração portuguesa.
E a pechincha que está? Quase 500 euros por uma cesta. Não tinha nada contra o preço... se efectivamente fosse um produto de original.
É só googlar "cesta portuguesa" e encontram-se imensos exemplares realmente nossos... E sem custarem quase um salário mínimo.
Querem cestas de classe? Então comprem das nossas. Das verdadeiras. Cópias descaradas? Não, obrigada.
Sugiro a Victoria Handmade. Não são caras, são dispendiosas e têm o preço do que é realmente bom. São feitas à mão, são portuguesas e assentam na nossa tradição. 

Voltar ao início

Depois de quase 9 anos e meio de relação, não vamos fingir que são tudo rosas. Ultimamente, temos até de admitir que têm sido mais os dias maus do que os dias bons. As chatices do dia-a-dia, os remorsos, os ressentimentos, os problemas a que somos alheios mas que nos afectam... Não é fácil de gerir e mentiria se não admitisse que já pensamos "será que vale a pena?".
Da minha parte, apesar dos momentos menos bons, continuo com a nítida percepção de que é um bom homem, com bons princípios, e que dificilmente encontraria companheiro que encaixasse tão bem em mim (que eu sou osso duro de roer, no que toca ao convívio caseiro).
Vale sempre a pena, porque não perdemos esta capacidade de nos reencontrar e voltar ao início. Enquanto soubermos olhar um para o outro e reconhecer o valor um do outro, vale mesmo muito a pena.