Bastante mais de 100 mil mortos

O mundo é mesmo injusto. Parece que quando mais pobre e problemático um país é, mais tragédias vive. Não quero com isto dizer que as tragédias devessem acontecer nos países ricos... Mas tanto azar para um só povo é de lastimar.

Não conheço bem a história do Haiti, mas sei que é habitado por uma maioria de ascendência africana. Mas não é um país rico nem desenvolvido. É um país que teve vários problemas... Agora sofre mais um.

Acho um injustiça tremenda que as regiões mais pobres pareçam ser aquelas que mais vezes têm de enfrentar tragédias destas. Nenhum país merece... Mas há países que não têm mesmo sorte.

"O primeiro-ministro do Haiti, Jean-Max Bellerive, disse à cadeia de televisão norte-americana CNN temer que o forte sismo que atingiu terça-feira o seu país possa ter provocado "bastante mais de 100 mil mortos". Segundo a Federação Internacional da Cruz Vermelha, o sismo afectou três milhões de pessoas. "

JN

Comentários

  1. Em 1775 as monarquias europeias sentiram com enorme pesar a tragédia que se abateu sobre Lisboa.

    Chegou a escrever-se e a pensar o que teriam feito os portugueses para merecerem tão inclemente castigo.

    À distância, 1775 foi comparado ao 11 Set de NY.

    A estimativa de vítimas no Haiti é um pavor.

    Saudações

    ResponderEliminar
  2. Uma tragédia, seja ela qual for e onde for, é sempre uma tragédia... mas quando acontecem em países subdesenvolvidos parece que o impacto e o lamento é maior, sem dúvida!!

    ResponderEliminar
  3. Foi uma tragédia muito grande. =/
    100 000 000 é mesmo muitas pessoas!

    ResponderEliminar
  4. é triste, é muito triste mesmo.
    quando morre uma pessoa é duro, é mau. cem mil é demais.

    mas não me custa a perceber. não é um castigo, é um controlo natural, um sistema de equilíbrio por parte da natureza. e custa menos se pensarmos assim.

    ResponderEliminar
  5. Caso para perguntar se existe um Deus, o que andará a fazer? Um país que se libertou da escravatura e que agora volta a um outro tipo de servidão: a da miséria! :-(

    ResponderEliminar
  6. Caso para perguntar se existe um Deus, o que andará a fazer? Um país que se libertou da escravatura e que agora volta a um outro tipo de servidão: a da miséria! :-(

    ResponderEliminar
  7. Já tinha dado por mim a pensar no mesmo...parece que é sempre sobre os mesmos azarados que caem todas as desgraças do mundo!

    ResponderEliminar
  8. No âmbito das actuais economias deve ser o país mais pobre, mas tem outras riquezas... Foi, aliás, é horroroso o que lá está a acontecer. Ruiu tudo! As construções são péssimas.
    Em Lisboa, ou talvez diga melhor se referir todo o sul de Portugal, que está também numa zona de risco, poucos (ou nenhuns) se importam com a, não diria péssima, mas, pelo menos muito ruim, construção dos edifícios. Continua-se a construir com o material que for mais barato, nos sítios menos adequados e depois logo se vê, quando acontecer o previsível imprevisto...

    ResponderEliminar
  9. Olá!
    Por ser um país tão pobre é que a tragédia foi tão grande:=(

    Beijocas

    ResponderEliminar
  10. Estou de acordo contigo. Mas o Katrina aconteceu num pais rico... a lembrar.

    Beijo meu ♥,

    A Elite

    ResponderEliminar
  11. é horrível...:\ fiquei arrepiada ao ver a notícia...

    ResponderEliminar
  12. O Haiti é um dos países mais pobres do Ocidente e tem imensas carências internas. A mim chocou-me muito e pensei exactamente como tu, como é possível que sejam sempre os mais frágeis a pagar com a força da natureza? Tal como no Tsunami na Àsia...é horrível...

    ResponderEliminar
  13. o problema dos protocolos e acordos e tratados relativamente às alterações climáticas é que que está a sofrer as consequência é quem menos pode. porque se os grandes tivessem catástrofes destes género... estava tudo a andar de bicla e a plantar árvores. triste mas real.

    ResponderEliminar
  14. Bem visto o comentário sobre as maiores desgraças acontecerem nos países mais pobres. Ainda não consegui olhar bem para as imagens nas televisões. Causa-me pena e revolta a dor de tanta e tanta gente que perdeu tudo assim num instante, familiares, bens... toda uma vida. É triste, muito triste.

    ResponderEliminar
  15. é engraçado pensei precisamente o mesmo que tu quando vi a noticia.

    ResponderEliminar
  16. É mesmo :( também pensei o mesmo. Já o sudeste asiático volta e meia lá vai mais uma desgraça :/

    ResponderEliminar
  17. O pão do pobre cai sempre com a manteiga virada para baixo. Mas eu acho que aqueles desgraçados já nem ganham para manteiga...

    Beijo

    ResponderEliminar
  18. Custa-me ouvir falar sobre isso na TV e ver as imagens. Deve ser terrível estar lá neste momento.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares