Safadinhos

"Apanhados na escola a ver pornografia no Magalhães"

"Alunos de uma escola básica da Maia foram apanhados a ver pornografia nos computadores Magalhães. Alertada por professores, a Câmara avançou com uma formação para prevenir os pais dos riscos informáticos.

A Autarquia critica a falta de segurança dos portáteis. A situação deixou alarmada a comunidade escolar e está a preocupar os encarregados de educação. Muitos deles só agora tomam consciência de que é obrigatório ter mais atenção às novas ferramentas de ensino usadas pelas crianças.

As debilidades de segurança da máquina disponibilizada às crianças do Ensino Básico ficaram bem patentes quando docentes e auxiliares de Educação depararam, no próprio recinto escolar, com alunos a navegar por páginas de conteúdo pornográfico. O acesso a esse tipo de material está vedado através do controlo parental, mas, conforme explicaram técnicos municipais, basta uma simples pesquisa no google para conseguir a palavra-chave que desbloqueia o computador.

Um técnico da Câmara explicou que os computadores, por defeito, têm uma palavra-chave geral, o que facilita o desbloqueamento, sobretudo para crianças familiarizadas com a Informática desde muito cedo. O ideal, acrescentou, seria entregar os portáteis aos pais e atribuir, de imediato, uma palavra-chave própria. Um código que só os encarregados de educação saberiam e não estaria disponível na Internet."


Ai afinal aquilo não era um portátil para criancinhas, para estudar e fazer trabalhos? Não devia permitir o acesso a sites pornográficos. Ainda por cima não têm vergonha e visitam pornografia mesmo na escola. Já se estava mesmo a ver que isto iria acontecer... Tinham era de ter criado um sistema que protegesse melhor as crianças.

Quando andava no ensino básico, não me dava para fazer dessas coisas. Mas a curiosidade matou o rato...

Comentários

  1. Esta não sabia. xD
    Mas a pornografia não é perigosa, na internet há coisas piores.
    Enfim..

    ResponderEliminar
  2. Magalhães e pornografia parece piada?

    enfim

    ResponderEliminar
  3. Diz-que não, S*, que estavam a ver as cegonhas a trazerem a cachopada de França ;))))

    Tens razão, as pessoas do norte são mesmo à frente...

    "Curiosity killed the cat", mulher, eheh

    Beijocas.

    ResponderEliminar
  4. Então não queriam que os meninos todos tivessem um portátil? Agora arranjem-se...

    ResponderEliminar
  5. E outras coisas piores virao...
    que tristeza
    bjooo bom fds

    ResponderEliminar
  6. pornografia... essas sao as paginas mais visitadas pelos alunos... essas e as dejogos online...

    enfim!

    jinhos

    ResponderEliminar
  7. Senão for na escola é em casa.
    Vai dar ao mesmo

    ResponderEliminar
  8. Olá!

    todos se preocupam com os putos a ver pornografia, mal o magacoiso apareceu, foram logo escrever palavras como sexo no google e não foi que os senhores jornalistas descobriram que aquela coisa até mostrava meninas despidas....

    honestamente acho bem que a miudagem esteja a ver pornografia, começam logo por ter uma noção de ciências de como é o corpo.

    depois, aprendem a ter noções do que é o sexo, sim aquela coisa que têm, que um dia vão descobrir que é divertido brincar com as "coisas".

    depois, e como os papás estão demasiados ocupados a ver novelas e futebol, e não a educar os filhos, incluindo a educação sexual, eles e elas têm de aprender em algum sitio.

    aposto que a miudagem que hoje anda a ver pornografia no magacoiso vão ser os que vão adquirir capacidade de aprenderem a proteger dos que lhes vão querer assediar, não vão perder a ingenuidade natural, mas vão ganhar num pouco de inteligência para se defenderem.

    e provavelmente vão acabar por ensinar às senhoras professores que se chocaram (devem ser púdicas)

    mas até agora não ouvi ninguém comentar que onde se procura sexo, também pode procurar como fazer uma bomba, como eliminar colegas de forma violenta e por aí fora.

    não será melhor deixar a miudagem estar a ver senhores e senhoras se roupa? sempre é melhor do que eles se lembrarem, por estarem frustrados pela castração social e decidirem pesquisar como se faz uma coisa qualquer explosiva em casa com produtos caseiros.

    é verdade, muitos papás também devem aproveitar os magacoiso para acederem onde lhes apetece e não limpam os registos...

    desculpem lá o mau feitio

    bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  9. Eles ñ precisam do Magalhães (é só mais um meio)! Há 4 anos atrás alunos meus do 3º ano foram apanhados a simular o acto sexual no recreio da escola, meninas de cuecas à volta dos tornozelos e meninos de pilinhas de fora...

    ResponderEliminar
  10. Eu só sei é que com essa idade acho que nem sabia que existia pornografia..lol

    ***

    ResponderEliminar
  11. Só consigo dizer que o mundo está, completamente perdido! :o

    ResponderEliminar
  12. e esta é a próxima geração.....meu deus!!!

    ResponderEliminar
  13. Infelizmente, não me espanta. Desde a publicidade até aos simples filmezitos de sábado à tarde, sexo é o que não falta. Há por aqui alguns comentadores que dizem que não tem assim tanto mal os putos verem pornografia..Eu acho que tem. E não sou propriamente moralista.Há sites onde o sexo tem formas muito particulares que não serão as mais próprias para os olhos destes miúdos. Vigilância, precisa-se! **

    ResponderEliminar
  14. Não é só aí que têm acesso à pornografia. E tudo o que é proibido, aumenta a curiosidade, e aguça o engenho...

    ResponderEliminar
  15. E mesmo especifico para crianças, sem duvida..!

    ResponderEliminar
  16. ás vezes o que mais nos tortura é tentarmos nao nos torturarmos *

    ResponderEliminar
  17. és capaz de me mostrar um estudo credível que prove os efeitos nefastos da pornografia nas criancinhas?

    ResponderEliminar
  18. Carpe Vitam, é só procurar no Google Scholar...

    http://unesdoc.unesco.org/images/0013/001308/130873por.pdf#page=15

    ResponderEliminar
  19. que rápido! pena o link não funcionar...

    ResponderEliminar
  20. Não faço a coisa por menos, é assim, tipo Speedy Gonzalez.

    Pois efectivamente no meu computador o link abre... como estou no Google scholar...

    Mas se estás mesmo mesmo com vontade entra em http://scholar.google.pt e procura. Tudo artigos académicos.

    ResponderEliminar
  21. eheheheheh xD
    eu sei desbloquear as páginas de jogos online para download e inclusive esses sites, ficam automaticamente disponiveis a visualizaçaõ... Mas por acrescimo, nao porque queira.

    O magalhaes nem é portugues e o Socrates queria tanto fazer dele obra prima que agora é nisto que dá :S Tristeza de governantes...

    Beijinhos :)

    Gostei de cá passear... *.*

    ResponderEliminar
  22. Isto é mesmo dizer mal por desporto. O governo fez uma coisa pioneira que, a meu ver, terá resultados muito positivos a longo prazo. Hoje tudo se faz por pc, logo quanto mais cedo as crianças souberem mexer nele melhor. Criticar o Magalhães pelo seu uso indevido é como criticar os lápis por os meninos desenharem pilas e mamas nos cadernos ou criticar os professores que ensinaram o abc aos meninos e eles foram ler as cartas e os contos eróticos da revista Maria com o que aprenderam.
    ps.: não sou sócretino, mas apesar de toda a trapalhada que foi o lançamento deste portátil, penso que a longo prazo o saldo será positivo. O que ficará na memória daqui a 50 anos será, muito provavelmente, que nesta Era todas as crianças tiveram acesso a uma ferramenta muito importante para o seu futuro. O Edison tb era um sacana na sua vida privada, pelo que li, mas não é assim que as pessoas o lembram e isso para os dias de hoje já nem interessa. As pessoas querem que tudo seja 100% positivo,quando as vezes 75 chegam.

    ResponderEliminar
  23. Caro Jonas, acho MUITO bem a distribuição dos Magalhães. Critico é a falta de controlo... mas acho uma iniciativa fantastica.

    Lamentável é comprarem portáteis mas deixarem escolhas sem aquecimento e a chover dentro das salas... mas ao menos fizeram alguma coisa.

    ResponderEliminar
  24. Ainda no outro dia comentava com os meus colegas, que hoje em dia é difícil controlar a informação/desinformação/curiosidade pelo sexo a que os miudos têm acesso. É preciso estar muito atento e saber fazer uso do controlo parental. Mas se há pais que nunca mexeram num computador como é que vão criar uma password e mais não sei o quê? Isso tem de ser muito bem preparado quando os pc's vão para os gaiatos (lol)

    ResponderEliminar
  25. Há um mimo no meu blog para ti.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  26. Ah granda Sócrates!!! A contribuir para a Educação Sexual deste país...

    ResponderEliminar
  27. ...Quando andava no ensino básico, não me dava para fazer dessas coisas...
    E agora, dá?

    Não sei qual é o problema dos putos verem pornografia na net. É para se irem habituando. O Sócratas vai-nos ao cu a toda a hora e mesmo assim ganha eleições...

    ResponderEliminar
  28. Eu também acho que o Magalhães terá resultados, a médio prazo. Um deles é os putos não terem tempo para cópias nem ditados. Logo, daqui por uns anos a desgraça ainda vai ser maiore.
    Mas deixemo-nos de conversa da treta. Afinal o sócas, com o Magalhães, só tentou proporcionar aos meninos aquilo que tem falado ao longo dos anos: educação sexual.
    Por isso, e como disse alguém ali atrás, temos de encarar as coisas sem ressabiamentos políticos, porque os miúdos até estão a dar bom uso à "ferramenta" que o sócas lhes pôs "na mão" e, com afinco, através de sites bastante educativos já estão a "aprender a mexer nele".
    Pena que no meu tempo ainda não havia nada disto e a minha geração teve que "aprender a mexer nele" mais por intuição, do que por educação.
    Estou certo que o que ficará na memória, daqui por cinquenta anos, são aqueles pares de mamas, aquelas "quecas" em posições de equilibrista e, sobretudo, uma geração de cretinos que não sabe fazer uma conta nem escrever o próprio nome correctamente.
    Há idade para tudo e uma criança da primária está na idade de aprender, essencialmente, a ler, a escrever e a dar os primeiros passos na matemática. O resto, meus senhores e minhas senhoras, não passa de teorias parvas.

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  29. É um pc como os outros... Lá por ser o Magalhães e até que tenha controlo parental, basta irem ao google e pesquisar...

    ResponderEliminar
  30. Quando eu andava no ensino básico, nem sequer havia computadores aos pontapés como hoje... Mas ainda bem que as coisas mudam... Menos mal... Mal mal é o facto de computadores, inseridos no tal choque tecnológico do Sr. Sócrates, criados e distribuidos com o objectivo de promoverem e desenvolverem as capacidades e competências das criancinhas, estarem a ser utilizados para fins menos próprios... Se a culpa é dos pais, do Ministério, do Engº ou do menino Jesus, não sei... Mas que está errado, está! E tenho dito! :p Bjs

    ResponderEliminar
  31. lol
    Eles têm que aprender de alguma maneira...E se for com a ajuda do "Tio Zè"...tem mais piada..;)

    Nós já não passamos todos por isso?!

    ResponderEliminar
  32. Ahahahahahahaha são crianças mas não são parvas! :)

    ResponderEliminar
  33. Só passei para deixar um beijoco para a rapariga mais charmosa que escreve neste blog. lol

    bjs com charme

    ResponderEliminar
  34. Acho que o Magalhães não tem culpa nenhuma. Se não fosse aí, era noutro pc qualquer :p

    ResponderEliminar
  35. São crianças e normais pelo que leio, os adultos é que têm que estar vigilantes e neste caso concreto, OS PAIS
    Bjis

    ResponderEliminar
  36. GOD!!!

    Eu acho um completo erro permitir que crianças tão novas acedam assim à internet sem protecção nenhuma!

    ResponderEliminar
  37. meu Deus meu Deus meu Deus! Será que ninguém vê que o mal na educação sexual é precisamente as crianças não a terem? Se as crianças tivessem alguém mais velho (um professor) que lhes explicasse, nessas idades, como nasceram e porque é que têm aquilo no meio das pernas e porque é que uns são meninos e outros meninas; no inicio da adolescência alguém que lhes explicasse as alterações que estavam a sofrer no corpo, etc etc etc, não tinham a necessidade que têm de ver vídeos como esses nem de fazer simulações sexuais como foi contado aí num comentário nem tão pouco de experimentar o sexo em si com 12 ou 13 anos como muitos fazem. O problema é o tabu que se criou em volta do sexo.
    "O fruto proibido é o mais apetecido", todos sabemos disso!

    Mas agora pensemos: é preferível que as crianças vejam sexo (a coisa mais natural do mundo) ou que joguem aqueles joguinhos de guerra e luta e etc etc etc que os torna violentos e lhes cria sérios problemas psicológicos?
    É impressionante como se vê tanta gente preocupada com o afastamento das crianças e do sexo mas poucos se preocupem com jogos como esses!

    Mais: o problema é proibirem as crianças de verem essas coisas: deviam explicar-lhes o que é aquilo, falar-lhes abertamente. E podem crer, a curiosidade, na grande maioria dos casos, dissipava-se!

    ResponderEliminar
  38. Só para dizer aos mais púdicos neste fórum que não existe mal nenhum nas crianças verem pornografia. Eu e os meus amigos na escola primária também andavamos atrás de revistas e filmes pornográficos que os nossos pais tinham nos armários. Mesmo na primária! Nos primeiros anos do básico, qdo a internet chegou à terra, passavamos tardes a procurar imagens da palmela andersen nua ou do seu vídeo caseiro com o bateria dos Motley Cru! Acham que isso me tornou menos saudável de alguma forma ou que deturpou a minha visão do Mundo? Não! Cresci e descobri que o sexo oposto e as relações sexuais podem ser algo muito melhor ou até pior do que o material ilícito que via sem a supervisão dos meus pais, mas em nada me prejudicou ou me tornou num TS disfuncional.
    Como diz a expressão, os rapazes serão sempre rapazes. há limites para aquilo que os pais conseguirão proibir os seus filhos de ver, ouvir, beber ou fumar. Claro que não defendo ir pelos maus caminhos toda a vida, mas um walk on the wildside de vez em quando dá saude e faz crescer.
    Aproveito para pedir que parem de chamar teorias parvas às ideias de que discordam e que deixem de usar expressões arrogantes como "tenho dito!". As nossas opiniões nunca são mais importantes ou correctas que a dos outros, mesmo que nos pareça assim! Tenham mentes abertas quando estão a trocar ideias!

    ResponderEliminar
  39. Olá Jonas,

    Não considero que ter contacto com vídeos pornográficos seja prejudidicial apesar de considerar que existem idades para tudo. Mas, tal como eu, deves saber que se encontram as coisas mais ESCABROSAS e nojentas na internet. Se fosse só o sexo? mas e a pedofilia? E todas as variantes do sexo que deixam qualquer pessoa enojada?

    Se quiser fazer uma visita a um qualquer Youporn, garanto-te que me choco. Então imagine-se uma criança.

    ResponderEliminar
  40. Traço o limite óbvio na pedofilia e no sexo violento, mas penso que seria muito pior tomar medidas ultra castradoras para impedir o acesso dos catraios a isto. Por experiência pessoal,sei que a maioria da pornografia que se encontra às mãos de semear na net não é assim tão "nojenta" quanto refere (isso depende da definição de cada um, claro está).
    E mesmo antes de haver internet, lá me deparava eu ainda petiz com hermafroditas e outras coisas estranhas de cariz sexual nas capas do Jornal do Sexo e de outras publicações semelhantes lá do quiosque, ou nas caixas de cassetes que abria no clube de vídeo. As crianças não se chocam com isso, partem-se a rir. A mesma coisa com escatologia e bestialidade. E como estou a demonstrar, mesmo que se tente proibir, a vontade dos rapazes de entrarem em contacto com este tipo de coisas é tão grande que as vezes não há mesmo forma de proibir, a não ser que se banisse toda a pornografia do Mundo.
    A maioria dos rapazes, já em tenra idade, adora ver à socapa filmes eróticos, de terror ou do Rambo ou jogar jogos violentos e não estamos cheios de assassinos e pederastas pelas ruas, nem, que eu saiba, há um aumento gritante de voluntários para o exército por cá(e se houver será mais por razões económicas do que por terem sido educados a pensar que violência é fixe).
    As crianças não são assim tão inocentes e influenciáveis como muitos pais as vezes as pintam.
    Claro que as crianças tem que ser alertadas para os perigos do assédio sexual online e tudo isso, mas penso, empiricamente, que é uma minoria que cai nestas armadilhas, apesar de se dever fazer tudo para que ela não exista. Agora muito mais que isto é quase impossível. Os filtros de pornografia não são ainda muito fiáveis e as crianças devem poder explorar a internet com um certo grau de liberdade. Os problemas para a sua independencia e criatividade são muito piores quando os paizinhos querem controlar tudo que passa à frente dos seus olhos. Penso que os exageros no controlo parental serão piores para o desenvolvimento da criança do que o deixarem ter o seu contacto com coisas estranhas e violentas.

    ResponderEliminar
  41. Gosto de ver as gerações que vêm a encherem-se de cultura!

    Sim senhora, tomara na minha altura eu ter um magalhães para poder ter educação sexual à maneira ehe

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares