Cartas para ti (a segunda)

Às vezes queremos muito uma coisa. Achamos que essa coisa pode ser uma boa coisa. Provavelmente até nem é, mas gostamos de acreditar que sim.

O mesmo acontece com as pessoas. Existem pessoas de quem gostamos "só porque sim". Não vemos nessas pessoas qualidades extraordinárias, mas gostamos delas na mesma. Não importa se essa pessoa não sente o mesmo. Não importa se ela não nos valoriza - o nosso coração não é capaz de o perceber. Ou então percebe, mas não quer perceber.

Gosto da ideia de gostar de ti. Talvez porque "sempre" tenha gostado. Talvez porque me marcaste. A verdade é que nunca me deste razões para gostar de ti - como se fossem precisas razões. Mas gosto. Não me perguntes porquê. Não me perguntes o que vejo em ti. Não me perguntes se algum dia vou superar esse sentimento. Gosto de ti. Tão simples quanto isso.

Gosto de ti sem motivos, sem segundas intenções. Gosto de ti e pronto. Talvez não o mereças. Não o mereces, definitivamente, porque não dás valor aquilo que sinto.

Ou mereces. Acho que mereces tudo o que sinto, mesmo não correspondendo. Se assim não fosse, não gostava. Ou gostava.

Magoas-me vezes sem conta. Acho que nem reparas que o fazes. Eu é que permito que o faças. Permito-te demasiado, dou-me demasiado. Acho que a culpa não é tua. A culpa é minha por querer que mudes, por te querer obrigar a sentir o que não sentes e a ser o que não és.

És diferente de mim. É isso que nos afasta. É isso que me faz gostar de ti.

Pergunta-me tudo... Mas não me perguntes porque (ainda) gosto de ti.

Comentários

  1. Isso é verdade!! às vezes gostamos, provavelmente só porque não temos!! Muita vezes nem nos dá aquilo que queremos!!

    ResponderEliminar
  2. O coração tem razões que a razão desconhece. Já diz o povo! Sofremos, remoemos, sofremos...e, quando menos esperamos, deixamos de sofrer. É isso que o ser humano tem de extraordinário, a capacidade de superar o sofrimento! Força! bjnhs

    ResponderEliminar
  3. Não acredito que o amor tenha de ser sofrido, ou tenha de ser difícil ou tenha de ser não correspondido. Quando é alguma destas coisas, é porque simplesmente não é a pessoa certa. Desculpa, mas não concordo nada com essa visão romantizada das coisas, como se o Amor valesse mais quando faz sofrer. Espero que encontres alguém que te trate bem.

    ResponderEliminar
  4. Fuschia, não acho - de todo - que o amor tenha de ser sofrido. Eu é que sou. ;)

    ResponderEliminar
  5. entendo bem demais o que escreveste..
    às vezes preferia que não fosse assim, ou talvez preferia.
    é sempre assim, indefinição e incertezas dentro das maiores certezas que temos.

    infelizmente nem sempre é simples não fossemos nós complexas

    ResponderEliminar
  6. Tenho de discordar da Fuschia e defender a autora (dando os parabéns pelo fantástico post). Por duas razões: 1º porque não conhecemos os pormenores desta história, e não os conhecendo é dificil julgar (e julgar é sempre errado, em algo tão subjectivo como o amor) 2º porque sou Phd em amores complicados.

    Penso que a S* acaba por acertar, não que o amor tenha de ser sofrido, porque não deve sê-lo, mas porque a essência do amor mais pacífica (por contrasenso) é mesmo esta: a de gostar porque se gosta. Gostar só se gostarem de nós, gostar se correr bem, gostar se bater mais ou menos certo também é gostar, mas não é a essência do amor, na minha perspectiva. Gostar porque sim, gostar mesmo que não possa ser, gostar mesmo não havendo cartilha explicativa é algo muito fiel à essência do sentimento. E simplifica, apesar de tudo. E acredito que quem gosta assim acaba por ser a melhor companhia que quem é amado dessa forma pode ter, porque é algo mais resistente às intempéries, às mudanças de feitio e personalidade, a tudo o que por vezes nos faz desgostar quando estamos agarrados à forma e não à essência do que amamos.

    Portanto, complicado ou não, sofrido ou nem por isso, deixo o meu aplauso ao amor da S*. Compreendo-o perfeitamente. Se compreendo (e não sou gaja, embora alguns amigos tenham dúvidas por merdas como esta)

    ResponderEliminar
  7. Parte séria

    Não se gosta porque se quer, gosta-se por gostar.
    Tentar mudar isto é um erro que se paga a prestações e com juros, o resto da vida.

    Parte parva
    (ponho assim que é para o caso de não estares virada para a parvoíce, escusas de ler o resto lol)

    Olha, eu cá gosto de ti. Não me perguntes o que vejo em ti, porque sabes perfeitamente que vejo umas botas. Já vi um sorriso meio escondido, uma boca tapada com a mão, um pezinho de Cinderela (tamanho 44, porque és uma mulher de peso lol) de sandália vermelha e agora vejo umas botas muito giras. Mas acho (tenho um palpite) que tu és daquelas pessoas de quem se gosta porque sim. Ou então é por estares longe e não haver a mínima hipótese de chateares eheheh.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  8. eu cá acho que tens um jeito de caraças para estas cartas de amor.. eu gostei bem!!!

    ResponderEliminar
  9. Eu acredito que ele merece tudo o que sentes. Tão simples porque AINDA o sentes! Isto justifica tudo.
    Só porque "alguns" factores (ainda?) não se conjugaram a favor de um ("eterno") "vocês", isso não faz dele a "besta" não merecedora do teu sentimento.
    Por outro lado, o nosso coração também se sabe defender, dentro dessa "dor agridoce", que é o gostar não correspondido! - Talvez lhe seja mais fácil estar preso a uma dor que já conhece, em função de outra experiência em que tudo partiria de um ponto "quase zero" (porque do zero, nisto do coração, só se começa uma vez), em que se irão criar novas expectativas, novos medos que termine um dia, medos que nem permitirão, por vezes, desfrutar em pleno da relação que se tem.

    Será por isso que o nosso coração nos "castiga", levando um tempo para se curar, que achamos não ser o nosso tempo!

    Os "Delfins" terão muita razão quando cantam que "saber amar, é saber deixar alguém te amar"!

    Mas também a Joana Miranda a terá quando, num título de um livro seu (lindissimo, por sinal), diz que "Não se escolhe quem se ama"!

    Beijoca, S*, e desculpa a seca, mulher!

    ResponderEliminar
  10. Pois eu cá acho que é assim mesmo. Tal e qual como descreveste.

    ResponderEliminar
  11. Como vai isso d'amores?
    Mal! não se vê logo? Lol.
    Nestas questões do coração, acho que não se muda ninguém.
    Criam-se, apenas, ilusões.

    ResponderEliminar
  12. Porra, S*, ando tão atarefado que até comento duas vezes.
    Isto é que é gostar de ti eheheh

    Beijinho

    ResponderEliminar
  13. As pessoas não mudam porque queremos, ou até porque elas queiram, mudam muitas vezes sem que se apercebam, sem controle. E os sentimentos não se explicam, não se vergam a porquês. São simples, porque apenas existem. Beijo

    ResponderEliminar
  14. Tenho que dizer que tudo o que disseste nesta carta é exactamente o que sinto, foi como se me estivesse a ler a mim, mas seria incapaz de exteriorizar da mesma forma.
    Lindo, mesmo lindo.

    ResponderEliminar
  15. Às vezes é mesmo assim. Não vemos nada de especial e gostamos.
    O amor não segue mesmo a razão. Também se o amor fosse racional, não era amor.

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  16. Das melhores coisa da vida é gostar de alguém...

    ResponderEliminar
  17. Galo, esse foi o comentário mais bonito que já me fizeram. Obrigada. :)

    ResponderEliminar
  18. Gostas da ideia de ele um dia poder vir a gostar mesmo, mesmo de ti?

    ResponderEliminar
  19. vá-se la entender o coração mulher........

    ResponderEliminar
  20. Miminho para a minina lá no meu cantinho! :) **

    ResponderEliminar
  21. isto é sentido ou é só o texto de uma futura jornalista?

    a ser verdade ninguém merece tal sofrimento, muitas vezes é necessário deixar de dar para ele se aperceber a falta que lhe fazes.

    Se é isso que queres luta,a decisão é tua e nem eu nem ninguém te pode criticar.

    Acho que já me estou a contrariar,

    beijinho

    ResponderEliminar
  22. Ana M., sim, é sentido. Infelizmente e para mal dos meus pecados.

    ResponderEliminar
  23. Pode ser que um dia essas diferenças possam ser ultrapassadas e consigam ficar juntos. Ou pode ser que apareça alguém de quem gostes também, e que te dê razões para gostar e não te magoe:) Talvez esqueças o alguém de quem gostavas só "porque sim"...Talvez...a única coisa que sei é que vai correr tudo bem!*

    ResponderEliminar
  24. Citando um dos nossos maiores poetas "O coração tem razões, que a própria razão desconhece"

    E depois, há coisas que não vale a pena entender... Temos de aprender a aceitar, simplesmente!

    Aceita, mas abre espaço a novos horizontes!

    1 beijinho!

    ResponderEliminar
  25. Gostei bastante :D

    Aliás, gostei do blog em si!

    Beijinhos,

    ResponderEliminar
  26. Porque há coisas que não se explicam, sentem-se ;)

    ResponderEliminar
  27. S*zinha, já tens uma música muito alegre para ouvires no meu canto! Bjnhs

    ResponderEliminar
  28. Oooh, minha cutxi-cutxi, não tens nada que agradecer.
    Agora deixaste-me tão emocionado, que até ia caindo do poleiro eheheh.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  29. O panisgas (não resisti) do George Michael em uma música que diz:
    Cause I can't make you love me If you don't
    You can't make your heart feel something it won't
    Here in the dark in these final hours
    I will lay down my heart, and I'll feel the power
    But you won't, no you won't
    And I can't make you love me
    If you don't

    Pronto, acertou. Como diz po Capitão Microondas no comentário dele, o teu amor não é menos forte que o correspondido, nem mais sobrevalorizado por ti. É amor, apenas amor.
    Um beijo

    ResponderEliminar
  30. Li e identifiquei-me.
    Tudo o que dizes é senao mais a pura das verdades e o que acontece vezes e vezes sem conta!
    Vou seguir-te.

    E*

    ResponderEliminar
  31. Porra S*! Post mais lindo! Eu a ler isto em voz alta e a arrepiar-me! Não há ninguém que possa dizer que este texto não transborda sentimento e sinceridade sem ser considerado mentiroso! E como eu me revejo nas tuas palavras, por infelicidade do destino... :( Ele não gosta então é parvo! Deixa! Eu falo por mim, e apesar do pouco que conheço gosto de ti e axo que és uma fixe! :DD

    Um beijinho bem grandeeee*

    ResponderEliminar
  32. Meu amor:
    recebi agora a tua carta e fiquei todo derretido Lolol.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  33. E o destinatário sabe disso? deste amor assim dito ou lido desta forma?

    Linda carta

    Beijinho

    ResponderEliminar
  34. Em Deus vale a pena sempre esperar.
    :D

    Beijinhos,
    Joana.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares