O Jogo

Não será o Amor um jogo?

Cada um joga as suas peças, as suas armas.

Alguém tem de perder.

Mais um dia em vão no jogo em que ninguém ganhou
Dá mais cartas, baixa a luz e vem esquecer o amor
És tu quem quer
Sou eu quem não quer ver que o tudo é tão maior
Aqui está frio demais para apostar em mim.

Vê que a noite pode ser tão pouco como nós
Neste quarto o tempo é medo e o medo faz-nos sós
És tu quem quer
Mas eu só sei ver que o tempo já passou e eu fugi
Que aqui está frio demais para me sentir...
mas queres ficar?

Queres levar
Tudo o que é meu
É tudo o que eu
Não sei largar

Vem rasgar o escuro desta chuva que sujou
Vem que a água vai lavar o que me dói
Vem que nem o último a cair vai perder.

Comentários

  1. adoro essa música! as dele a solo todas (ou quase) e de uma boa parta das de toranja :p
    isso é como tudo (ou quase, mais uma vez) na vida. e o amor, mesmo que às vezes não nos pareça real ou pensemos que é transcendente, faz parte da vida :) alguém tem de ceder. e alguém tem de perder.

    ResponderEliminar
  2. Temos que perder? Temos que ganhar?
    Porque não se pode empatar?
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. adoro esta música.
    não vejo o amor como um jogo
    nem a vida a vejo dessa forma
    mas se vires desse prisma, pelo menos pensa que às vezes saem JACKPOTS!;)
    pensamento positivo!!

    ResponderEliminar
  4. Se é um jogo! A vida é um jogo! Estou farta de jogos e de não saber que carta irei ter da próxima vez, das incertezas e das alegrias momentâneas!

    Grrrrrr, mas sim é capaz de haver jackpots!

    ResponderEliminar
  5. "Tudo o que é meu
    é tu o que eu
    nao sei largar
    (...)
    Vem que nem o último a cair vai perder."
    Porque no fundo ganhamos sempre :)

    ResponderEliminar
  6. Então e a máxima "Sorte no AMOR azar ao JOGO"???
    ;-DDD

    ResponderEliminar
  7. Ó caraças, andas a apagar-me os comentários?
    Deixa lá, também não tinha dito grande coisa eheheh

    ResponderEliminar
  8. Galo.... eu não apaguei nada. Ou melhor, apaguei agora um comentário em que me chamavam parva e bronca. :P Mas nao era teu.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares