Teorias

Um conhecido meu decidiu armar-se em psicólogo. Diz ele que eu sou demasiado nova para amar alguém. Que na minha idade é tudo uma questão de atracção, de sexo e, pasme-se, de hormonas. Diz ele que o meu suposto "amor" passa-me daqui a uns dias.

Disse-me ainda que é fácil deixar de amar alguém de um dia para o outro. Que quando um lado quer, não vale a pena insistir. Que é só criar resistências, capacidade de auto-defesa, e a coisa controla-se. Digam-me como. Quero aprender.

Não concordo.

Quando se sente demasiado carinho, demasiada preocupação, demasiada consideração e respeito, não me parece que seja uma questão de química.

Comentários

  1. ..e concordo... contigo, claro...

    muda de psicólogo, embora eu tenha de concordar com ele em alguns pontos...

    ResponderEliminar
  2. Pois eu não concordo absolutamente nada com o teu amigo. A relação terminada que mais me custou a ultrapassar foi precisamente uma que tive mais ou menos na tua idade. E nada teve a ver com química ou hormonas, garanto. Penso que neste momento me é muito mais fácil lidar com essas questões e reajo de uma forma muito mais positiva (embora nunca seja fácil e essa reacção seja sempre diferente de pessoa para pessoa). Já aminha avó dizia, palavras loucas...orelhas moucas!

    ResponderEliminar
  3. Acho que não tem mesmo nada a ver com o factor idade... Quando se gosta a sério a idade é o que menos importa...

    bjo***

    ResponderEliminar
  4. acho que esse candidato a psicólogo falhou nos testes ;).

    Beijinhos

    *

    ResponderEliminar
  5. Esse teu amigo podia chamar-se Mr. teorias parvas.
    Nem vale a pena tecer grandes comentários a tanta idiotice.
    Tadito...

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. Esse teu conhecido ou está armado em machão daqueles que nunca sofrem ou superam tudo, ou nunca esteve apaixonado... ou nunca perdeu ninguém...
    Ele sabe lá o que diz...
    Jinhos
    Su

    ResponderEliminar
  7. bom, acredito que possamos fazer um esforço para nos desprendermos de alguem mas nao creio que se controle o amor. tao pouco axo que ha idades para amar. na verdade, comummente os amores mais fortes acontecem na adolescencia. Não importa as justificaçoes para isso mas acontecem. e dp nao ha regras para nada. nada é matematico. beijinhus e boa semana;)

    ResponderEliminar
  8. bom fds alias.. lol... ja nao tou boa, hihihi

    ResponderEliminar
  9. Pois eu vinha aqui precisamente dizer o que a Silvia te disse...epah esse teu conhecido de psicologo tem pouco...ou então ele é k nunca descobriu o amor na adolescencia...até pq pelo que já li por aqui tens 20 anos...então onde é k está a dolescebte??E desde quando é que um adolescente não sabe discernir o amor da atracção? Afinal estamos a falar de crianças ou de adolescentes mm?? Huummm... :) beijinho e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  10. Joaninha, ele estava a dar uma de psicologo, nao é mesmo essa a sua profissao. ;)

    Achei a conversa muito surreal... parvinha, para dizer a verdade. Ele até chegou ao cumulo de me "ensinar" a deixar de amar. Olha, ou eu sou muito burra, ou nao aprendi nada. :P

    ResponderEliminar
  11. "aulas de deixar de amar" essa é boa! ainda queria ver a pauta de final de semestre... só chumbos!

    ResponderEliminar
  12. Na verdade, eu cá acho que é tudo uma questão de verificar o que está correcto e o que não está ;-)

    bjs com charme

    ResponderEliminar
  13. Olá!
    Conheci agora o seu blog! Gostei muito! Vou voltar!lol

    Por acaso também não concordo muito

    :)

    ResponderEliminar
  14. Ele deve estar a falar no amor religioso, só se for!...
    Uma pessoa, quando investe afecto, dedicação, carinho e outras coisas do género, noutra pessoa, não se está a dar? Não está a amar? E quando esse investimento é defraudado, o sofrimento é menor na velhice?
    Bolas! Eu sou bem velhinha e posso garantir que uma ruptura agora me dói tanto ou mais como dantes!

    ResponderEliminar
  15. O que me ri com este post! O amor n tem nada a ver com idade. E n, n se aprende a amar ou a deixar de amar ;)

    ResponderEliminar
  16. Consordo plenamente contigo! É uma parvoice estar convicto de que tal é possível. Prova disso são relações que se iniciam quando os membros do casal são bem pequenos, como tenho conhecimento, e se prolongam largamente. Se fosse assim tão fácil de esquecer algém andavamos todos muito melhor, sem a preocupação de magoar os outros, sem o medo de fazer asneiras que possam comprometer um relacionamentos, sem ter medo de avançar para algo mesmo sabendo que podemos levar um abanão e ficar na merda, desculpa-me a expressão.

    Em qualquer idade é possivel haver amor, há que ter é o cuidado de não confundir um outro sentimento com ele.

    Bj,
    (i)

    ResponderEliminar
  17. Não posso, obviamente deixar de concordar contigo. Esse teu amigo sofre duma coisa chamada estupidez ou também falta de amor próprio.
    O amor não é assim tão subjetivo, mas isto dava pano para mangas e um bom post.

    beijinho*

    ResponderEliminar
  18. Não posso, obviamente deixar de concordar contigo. Esse teu amigo sofre duma coisa chamada estupidez ou também falta de amor próprio.
    O amor não é assim tão subjetivo, mas isto dava pano para mangas e um bom post.

    beijinho*

    ResponderEliminar
  19. bahhh diz ao teu amigo pra deixar os ácidos...isso tá-lhe a fazer mal...

    **

    ResponderEliminar
  20. acho que esse tipo de bitates mandados ao ar como quem sabe do assunto são das coisas que mais me irritam, principalmente nos ultimos meses.
    - hoje é tudo, amanha já não é nada.
    - isso nessa idade é sempre assim.

    depois para rematar, o que tenho ouvido mais ultimamente é "ainda?!"

    a idade nao importa, até porque o que define cada um não é a idade mas sim o que tem na cabeça e no coraçao.
    *

    ResponderEliminar
  21. Os sentimentos nao são quimicos, nós sabemos quando gostamos de alguem, estamos apenas apaixonados e amamos alguém... Se sentes que amas força nisso

    Beijos grandes e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  22. Em qualquer idade é possível amar.
    Não que idade tens, mas presumo que estejas na volta dos 20. Nesta idade é quando a vida nos deixa sentir realmente as coisas! e sim, é quando se ama mais e melhor!

    Um beijo

    ResponderEliminar
  23. Qual idade qual quê não existe idade para se amar verdadeiramente, sentir a falta, a saudade, preocupação afecto carinho etc.
    Não podemos avaliar sentimentos dessa forma e ainda mais errado é misturá-los com hormonas...
    Lol beijinhos

    ResponderEliminar
  24. O que ele quer de ti sei eu. :P

    ResponderEliminar
  25. Não é tudo assim tão simples.. Antes fosse, que era tudo muito mais simples...

    beijinho

    ResponderEliminar
  26. Há tanta teoria que nunca se sabe qual aplicar...
    Eu acredito na amizade com uma boa dose de amor!!!
    Daí nasce um relacionamento!!!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares