Musiquinhas inesquecíveis



"Quem tem amor a seu jeito, colha a rosa branca, ponha a rosa ao peito!"

Mariza - Rosa Branca. Música mais linda para eu andar a cantarolar pela casa.

Eu não sou uma pessoa com especial paixão pela música. Gosto de ouvir música, mas não sou daquelas pessoas que dizem não viver sem música.

A música adequa-se sempre ao meu estado de espírito. Se estou mais em baixo, prefiro baladas. Quando estou mais alegre, prefiro músicas com mais ritmo. Todas as manhãs, a caminho da faculdade, é ver-me de headphones nos ouvidos a saltitar pela rua fora. De manhã ouço sempre coisinhas animadas, para começar bem o dia.

Depois há aquelas músicas que nos marcam. Aquelas músicas que nos fazem recordar momentos especiais, lugares especiais, pessoas especiais.

Sempre que ouço "Have I you lately that I love you?", de Rod Stewart, é inevitável lembrar-me do meu primeiro namorado. Era a nossa música e nunca me esquecerei disso. As relações podem terminar, mas pode (e deve) ficar um carinho pelos bons momentos partilhados.

"She" de Elvis Costello. Babo-me a ouvir esta música, causa-me arrepios.

Gipsy Kings recorda-me a minha infância. A minha mãe tinha a cassete dos Gipsy Kings e sempre que iamos para o rio ouviamos esta música no carro. Ainda hoje fico radiante com o "Volare" e o "Bamboleo".

Os meus gatos. Lembro-me sempre deles quando ouço "What's new Pussycat?", de Tom Jones. Sempre que esta música estava no leitor de cd's, eu pegava em um ou dois dos meus gatos e dançava com eles. Eles detestavam, óbvio.

Eu ficava deliciada.

Como eu sei que o mulherio costuma apreciar (and so do I!)... Jason Mraz volta a Portugal em Julho, para o festival Marés Vivas, em Gaia.

Comentários

  1. Amooooo essa música da Mariza e Gipsy Kings tem um efeito estranho em mim :D

    ResponderEliminar
  2. pois, eu até estava contente por saber que o Jason ia voltar, mas fiquei completamente desiludida por ele ir a Vila Nova de Gaia.. --' Tão longe! :'(

    ResponderEliminar
  3. Do que te foste lembrar moça!? A música é dos melhores tónicos para nos animar, sem dúvida! ;)

    ResponderEliminar
  4. Também tenho músicas que me fazem sonhar e que m e reportam para momentos passados. Só faço uma coisa ao contrário: quando estou triste ouço música mais mexida, acelerada e quando estou feliz, mais facilmente ouço baladas e músicas mais calmas ;)

    ResponderEliminar
  5. Que lindo!!!
    Eu sou das que não passa sem a música!
    E não tenho géneros musicais definidos por estado de espírito... por vezes se estou do contra, quanto mais triste estou, mais alegre a música que oiço.

    Gostei deste revivalismo musical.
    E esta semana sem ir ao Norte é bom sentir a proximidade por aqui... sinto-te uma verdadeira "mulher do Norte".
    ;-DDD

    ResponderEliminar
  6. Esta música é fantástica. E só porque mencionaste a Mariza, alguém conhece a versão do "Fado Meu" que ela interpreta com o Miguel Poveda no filme "Fados" de Carlos Saura?
    Eu acho arrepiante. Se me permites a liberdade, aqui fica a proposta: http://www.youtube.com/watch?v=D4jNIi7QYPM&feature=related

    ResponderEliminar
  7. Eu também prefiro ouvir música mais alegre quando estou triste...se me pusesse a ouvir baladas era bem pior! Prefiro assim e danço muito para espantar os maus pensamentos =)

    ResponderEliminar
  8. Também posso viver sem música e não consigo concentrar-me em qualquer coisa importante e ouvir música ao mesmo tempo (chego a ficar incomodado «muuuuito incomodado», com a música de algumas lojas), mas há músicas que são como marcos na nossa vida.
    Quantas vezes não tive de ir procurar músicas que, dado um determinado estado de espírito, começam a tocar na minha cabeça...

    Beijinho.

    P.S. então, já descobriste quem eu sou? eheheh

    ResponderEliminar
  9. Cao, nao acredito que sejas tu a vir aqui dizer que querias ler sobre sexo. :P Sorry, não acredito.

    Debbie, adorei a proposta!

    ResponderEliminar
  10. Eu gosto de música, adoro. Sinceramente, não consigo imaginar viver sem música. Com instrumentos, sou uma nódoa e a cantar, muito menos. Mas sei milhões de letras, quer seja música espanhola, portuguesa ou inglesa... Gosto de cantar, porque me alegra; gozo inclusive, comigo próprio...!
    E obviamente, tenho muuuuuuitas músicas especiais que me fazem recordar momentos e fases únicas. Espero que consiga armazenar muitas mais músicas relativas a muitos mais momentos!
    Só para que fique registado, George Michael - Careless Whisper, a MINHA música.

    ;)

    ResponderEliminar
  11. Eu ouço de tudo.
    E quando escrevo ou digo tudo, é tudo mesmo, cada momento tem a sua música. Fado é o pão nosso de cada dia no meu carro, no trabalho (por vezes rio-me sozinha, porque os velhotes que vêm aqui ao sitio, ficam admirados de uma jovem estar a escutar fado (:) ...

    A ver vamos se vou ao Marés Vivas este ano.. não quero perder ;)

    Um beijo*

    ResponderEliminar
  12. Há tanta música boa... Eu ouço de tudo... mas sabe bem ouvir aquele "clássico" que nos faz voltar no tempo, sem dívida!!!

    ResponderEliminar
  13. eu adoro música.. e ouço tudo.. n é todos os dias.. depende da ocasiao e do estado de espírito..

    beijinhos musicais! :)

    ResponderEliminar
  14. Ai..fizeste-me suspirar umas quantas vezes. :))

    Bj,
    (i)

    ResponderEliminar
  15. Nas minhas viagens diárias dei-me conta da minha dependência da música, mesmo que por vezes os fones estejam colocados sem eu estar a prestar atenção ao que estou ouvir, mas as viagens passam mais depressa :P Não diria que não viveria sem música, mas seria extremamente aborrecido!

    ResponderEliminar
  16. Gipsy Kings relembra-me bons momentos recentes.

    Beijos com charme

    ResponderEliminar
  17. Eu sou das que digo que não vivo sem música =)
    A música tem o poder de nos mudar o estado de espirito, por isso faço como tu, de manhã oiço sempre músicas animadas e alegres para começar bem o dia! ;)
    Big Kisses

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares