As maravilhas da Internet

Há umas semanas foi-me recomendado que visse uma reportagem na RTP1 sobre o Twitter. Não liguei muito à coisa, mas como vi que os jornalistas andavam malucos com aquilo, resolvi inscrever-me.

Se entrei no site cinco vezes, foi muito. Não percebia nada daquilo. Sabia mandar mensagens, mas não sabia como ler as respostas. Ao que dizem, é a ferramenta ideal para os jornalistas. Curto, conciso e em tempo real.

Basicamente envias uma mensagem que tenha até 140 caracteres. Podes digitá-la directamente no site do Twitter ou então podes "twitar" via telemóvel. Envias uma sms do teu telemóvel e ela é publicada na tua conta do Twitter na internet. Parece confuso, mas é até bastante simples. Qualquer pessoa pode fazê-lo. É giro para conhecer pessoas diferentes.

E o que é que isto tem a ver com o trabalho do jornalista? Tudo.

Foi-me pedido que fizesse uma reportagem sobre a Bimby. E o que é a Bimby?

Segundo o site da Bimby em Portugal, é uma "ajudante de cozinha, imbatível, doze vezes patenteada, inovadora e sem rival, combina numa só máquina funções de dez processadoras. A Bimby tem capacidade para fazer quase tudo a uma velocidade inacreditável. Pica, rala, corta, bate, amassa, mói, tritura, pesa, emulsiona e cozinha! E......até cozinha a vapor. "

É uma maquineta de sonho para qualquer cozinheira. Vai daí, eu decidi pegar no tema Bimby e analisar a sua utilização por parte dos machos (já vos disse que adoro esta palavra?).

É complicado fazer uma reportagem sobre homens que utilizem a Bimby porque eu não conheço nenhum homem que tenha a dita bicha. Em conversa com uma colega, ela disse-me para perguntar no Twitter.

"Preciso de entrevistar homens que tenham uma Bimby". Escrevi qualquer coisa como isto no Twitter. Nada mais.

Daí a 5 minutos já tinha respostas, sugestões de pessoas com quem falar, homens que têm Bimby's, fanáticos pela Bimby...

Isto, meus amigos, não é apenas útil para um jornalista.

É uma verdadeira maravilha.

Comentários

  1. Hehehe!!!
    Já estou a imaginar: "alguém quer cozinhar para mim hoje, usando essa maravilha da Bimby?"
    "de preferência MACHO, mas muito suave e delicado, amoroso, gentil..."

    AHHHH!
    Tenho que experimentar esse modernismo do Twitter...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Finalmente alguém que foi capaz de me dizer uma utilidade da coisa!Um dia converto-me, estou a sentir-me info-excluída.

    ResponderEliminar
  3. O Markl até tem uma t-shirt a dizer "Esta t-shirt foi feita na Bimby" ;)

    ResponderEliminar
  4. Eu tenho e acho piada, apesar de nao passar la o dia.

    ResponderEliminar
  5. Do Twitter ainda não sei bem o que diga. Já lá fui uma vez e também não percebi muito. Quanto à bimby a conversa já é outra. Estou quase, quase tentado em comprá-la. Até já marquei a demonstração. Se comprar dou-te uma entrevista!! LOL ;)

    ResponderEliminar
  6. curioso, a minha primeira e única mensagem no Twitter foi: "Estou a fazer arroz de feijão", mas de modo tradicional. entretanto se a bimby fizer bitoques e bacalhau à brás, eu compro!

    ResponderEliminar
  7. Paulo, a Bimby parece-me ser bem fixe. mas não faz as coisas sozinha. Precisas de saber os ingredientes todos e a ordem de fazer as coisas.

    Mas se fores a um qualquer forum sobre a Bimby (há imensos!) tens lá milhares de receitas. Uma verdadeira loucura. :P

    ResponderEliminar
  8. Aii...toda a gente fala do Twitter..acho que vou acabar por experimentar esta maravilha ahaha Para se falar taaaanto no assunto, só pode ser uma coisa verdadeiramente extraordinária:P

    ResponderEliminar
  9. eu ainda não me vendi ao twitter... mas depois de ler isto, estou mais próximo! e de arranjar uma bimby também!

    ResponderEliminar
  10. É, e uma forma de divulgação impecável! custa no início mas vicia...

    é como a Coca-Cola, e já dizia Fernando Pessoa: "Primeiro estranha-se, depois entranha-se"

    ResponderEliminar
  11. Só acho que não devias ter divulgado a parte do Markl. Uma questão de ética profissional.
    Nota-se que és muito verdinha mas já deves certamente ter sido alertada para isso.
    Tal como um padre ou um médico não divulgam o que se fala dentro do confessionário ou do consultório, também tu devias tratar determinadas informações com mais cuidado. Ficaste deslumbrada? Ok, quando for assim comenta com a tua mãe, sim?

    ResponderEliminar
  12. Pedro, se ele o disse no Twitter,não me parece que haja problema. Alem disso, quando a reportagem for publicada, será obvio. ;)

    De qualquer forma, obrigada pelo alerta.

    ResponderEliminar
  13. Texto editado para eliminar a dita parte que o Pedro criticou. Não quero que me acusem de falta de ética. :P

    ResponderEliminar
  14. eu já ouvi falar tanto do twitter e n sabia para o que servia... finalmente conseguiste explicar do que se trata e ainda fazer com a ferramenta algo util :) mto bom.
    bj

    ResponderEliminar
  15. Exactamente, quando for publicada. Antes, deves ter sempre muito cuidado. Evitar partilhar informação obtida no âmbito profissional ou partilhar exclusivamente com pessoa da máxima confiança.
    Fico contente por teres imediatamente percebido a minha crítica, demonstra que és inteligente e, qualidade rara, humilde. Well done Sanxeri!

    ResponderEliminar
  16. @ Pedro & Sanxeri

    Concordo com o Pedro mas vou mais longe. A blogosfera está cheia de jornalistas. Ávidos por um bom tema.
    Divulgares aqui o tema da tua reportagem por publicar, pode pura e simplesmente ter o seguinte resultado: veres nas bancas o teu tema escrito por outro colega, que andava sem inspiração mas não perdeu a dica!
    Mesmo como estagiária, não gostarías que isso acontecesse, pois não?
    O teu post pode falar na utilidade do Twitter como ferramenta de trabalho mas na minha opinião não devia divulgar o tema da tua reportagem.

    ResponderEliminar
  17. @ Pedro & Sanxeri

    Concordo com o Pedro mas vou mais longe. A blogosfera está cheia de jornalistas. Ávidos por um bom tema.
    Divulgares aqui o tema da tua reportagem por publicar, pode pura e simplesmente ter o seguinte resultado: veres nas bancas o teu tema escrito por outro colega, que andava sem inspiração mas não perdeu a dica!
    Mesmo como estagiária, não gostarías que isso acontecesse, pois não?
    O teu post pode falar na utilidade do Twitter como ferramenta de trabalho mas na minha opinião não devia divulgar o tema da tua reportagem.

    ResponderEliminar
  18. É bom ler bons conselhos. :)

    Infelizmente hoje vinha numa revista de sociedade uma reportagem sobre a Bimby e os famosos, pelo que a originalidade não é o ponto forte da minha reportagem. Mas veremos como posso dar a volta à coisa. ;)

    Thanks.

    ResponderEliminar
  19. Exemplos de como as críticas podem ser construtivas!

    ResponderEliminar
  20. ahahaha ja me tinham falado das maravilhas da bimby xD será um caso a explorar...

    ResponderEliminar
  21. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  22. Já ouvi dizer que depois do cão o melhor amigo do macho era a bimby, será verdade?.... ;-)

    ResponderEliminar
  23. Nero, pelo que investiguei até agora, pelas entrevistas que já fiz, É!

    ResponderEliminar
  24. A bimby tem dois comentários para mim é cara e dá jeito para a cozinha para fazer aqueles molhos especiais para jantares a dois se bem que me entendem.
    A bimby é tipo nespresso está na moda e é tema de conversa.

    ResponderEliminar
  25. Eu sofro pressões horríveis para ter uma bimby lá em casa (pressões essas que felizmente ainda não chegaram à área sexual), mas não sei porquê não gosto da dita, não sei se pelo nome se pelo preço!

    Beijoca!

    ResponderEliminar
  26. Eu tenho twitter mas nunca utilizei a coisa...não percebo nada daquilo e como também sou uma gaja do turismo não to a ver bem a utilidade...mas obrigada pelo esclarecimento, quando tiver alguma duvida possivel de ser twittada vou recorrer a ele de certeza :) a bimby é assim uma coisa ui ui...no entanto a unica lá em minha casa tem dois bracinhos e duas perninhas e sou eu :p

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares